ir para o conteúdo principal
Logo Sp

SP TELEVISÃO: Capítulo 3 - A aventura da internacionalização

1440X650 (2)
shape layout
voltar

SP TELEVISÃO: A aventura da internacionalização

Capítulo 3

Com mais de 120 conteúdos vendidos em mais de três dezenas de países, com 130 prémios e nomeações nacionais e internacionais, e um EMMY ganho em 2011, a SP Televisão cresceu muito para além das fronteiras de Portugal.

Em 2017 é criada a SP internacional, necessidade criada pela afirmação da produtora no mercado internacional. Ao mesmo tempo, nesse mesmo ano é também criada Santa Rita Filmes, produtora do grupo SP vocacionada para a produção de filmes, séries e documentários.

O ano de 2020, com o início da pandemia da Covid-19, marca definitivamente o caráter da empresa, a sua resiliência e espírito de sacrifício dos seus trabalhadores. Assim, é em plena pandemia, com todas as limitações que lhe estão associadas, que se iniciam as gravações da série Glória para a Netflix, a primeira a ser exibida por aquela plataforma mundial, produzida pela SPi, constituindo mais um marco da ficção portuguesa.

A curta história da SP Televisão, 15 anos de vida, contrasta com a quantidade, qualidade e diversidade da sua produção, a rápida conquista do mercado nacional e a entrada segura no mercado internacional.

O “sentimento de inquietude e necessidade de fazer”, justificação para a criação da SP expressa por um dos seus fundadores, António Parente, cresceu e deu frutos.

15 anos depois, a SP Televisão continua a surpreender e a justificar o seu lema:

"Escrevemos histórias, criamos vidas e emocionamos quem connosco as partilha no ecrã”.

LUÍS MARINHO voltar